Vacinação Veterinária

As vacinas são a forma mais eficaz para combater certas doenças muito perigosas. O processo, simplificando, consiste em incorporar no organismo o agente infecioso morto ou muito debilitado para que as defesas do animal criem os anticorpos necessários para os eliminar. Assim, estará protegido face a essa doença e terá nenhuma ou menos probabilidades de contágio durante a sua vida.

Nas consultas de vacinação nas clínicas Kivet será sempre realizada:

  • Uma exploração física geral prévia.
  • Será escolhida a vacina específica para o seu animal, em função da espécie, raça, localização, habitat ou idade.

Protocolo de vacinação para cães

Primeiras vacinas do cachorro

As vacinas para cães protegem-nos de diferentes doenças que podem ser perigosas para a sua saúde. Embora não sejam obrigatórias, existe uma série de vacinas essenciais que protegerão o seu companheirode problemas mais graves:

Protege os cães e cadelas de:

  • Parvovirose 
  • Esgana

Protege os cães e cadelas de:

  • Parvovirose
  • Esgana
  • Hepatite vírica
  • Traqueobronquite infeciosa
  • Leptospirose

Protege os cães e cadelas de:

  • Parvovirose
  • Esgana
  • Hepatite vírica
  • Traqueobronquite infeciosa
  • Leptospirose

Protege os cães e cadelas de:

  • Vírus da raiva.
  • Reforço da vacina polivalente.
  • Reforço da vacina da raiva.

Protocolo de vacinação para gatos

Primeiras vacinas do gato

Existem tantas orientações de vacinação para gatos como veterinários. No entanto, em qualquer caso, os nossos veterinários recomendam dar as seguintes vacinas:

Protege os gatos e gatas de:

  • Calicivírus
  • Panleocupenia felina
  • Rinotraqueite infeciosa

Protege os gatos e gatas de:

  •  Vírus da leucemia felina (FeLV).

Protege os gatos e gatas de:

  • Vírus da raiva.

Protege os gatos e gatas de:

  • Calicivírus, panleocopenia felina e rinotraqueite infeciosa (trivalente).
  • Leucemia felina.

Protocolo de vacinação para um furão

Primeiras vacinas para furões

Cada vez há mais furões no seio das famílias. Tome nota das principais vacinas para furões:

Protege os furões de:

  • Esgana

Protege os furões de:

  • Vírus da raiva.
  • Reforço da vacina da esgana.
  • Reforço da vacina da raiva.

Protocolo de vacinação para um coelho

Primeiras vacinas do coelho

No caso dos coelhos, deve protegê-los contra as doenças víricas muito perigosas: a mixomatose e a doença hemorrágica (RHD).

Protege os coelhos de:

  • Vírus do mixoma

Protege os coelhos de:

  • Vírus RHD clássico (RHDV1)
  • Vírus RHD tipo 2 (RHDV2)
  • Vacina Myxo-RHD

Poupe nas vacinas com os planos de saúde Kivet

Aproveite os planos de saúde Plano de prevenção ou Prevenplus da Kivet para poupar dinheiro na cobertura de serviços de medicina preventiva. 

Entre em contacto connosco independentemente do animal de estimação que tiver. Encarregamo-nos das suas vacinas e de manter a saúde do seu animal.

Preguntas frequentes sobre as vacinas para animais de estimação

Não, mas são recomendáveis para continuar a proteger o animal. 

Embora não seja obrigatório, é recomendável realizar uma revisão anual para realizar uma desparasitação. No caso dos coelhos, é recomendável dar a vacina contra a doença hemorrágica do coelho e a mixomatose. 

Se tiver adotado um animal de estimação, deve certificar-se de que possui todas as vacinas necessárias para evitar doenças a longo prazo. Se não tiver a certeza de que tem todas as vacinas ou se não conseguiu confirmar essa informação, faça uma marcação no veterinário.

Por um lado, não vacinar um animal de estimação significa expor o animal a doenças debilitantes e mortais, para as quais, em muitos casos, não existe nenhum tratamento, ou a sua aplicação é difícil e incómoda. A vacinação é a melhor ferramenta para prevenir e assegurar ao seu animal de estimação uma vida saudável.

As vacinas proporcionam imunidade específica contra um microrganismo concreto, vírus ou bactéria. Como tal, seguir o calendário de vacinação é vital para que o seu animal de estimação esteja seguro, protegido durante muito tempo e, portanto, saudável e feliz.

Nalgumas ocasiões, e tal como acontece com as pessoas, as vacinas poderão causar um efeito secundário ou reação no seu animal de estimação, uma vez que induzem uma reação no sistema imunitário do seu corpo. 

Algumas reações poderão ser: letargia, febre, aumento dos gânglios linfáticos, dor ou mal-estar, inflamação, comichão ou dor no local da injeção, espirros. Estes sinais costumam desaparecer às 24/48 horas.

Noutras ocasiões, o seu animal de estimação poderá apresentar reações mais graves como vómitos, diarreia, inchaço no focinho, urticária ou dificuldades respiratórias. Se observar estes sinais dentro das 24 horas posteriores à vacinação, dirija-se ao veterinário.

Se o seu animal de estimação não tiver cédula, deve levá-lo à consultas veterinárias para expedir uma nova.

Solicite uma marcação na sua clínica veterinária mais próxima



Obrigado! Sua mensagem foi enviada.
A equipe Kivet entrará em contato com você dentro de 24/48 horas dentro do horário de trabalho da clínica para fornecer todas as informações.
Extrato da política de privacidade

Responsável: ISKAY PET, S.L. y KIVET VETERINARIA, S.L.U. Finalidade: Proporcionar um serviço de atendimento ao cliente, resolvendo dúvidas e respondendo a consultas e pedidos de informações. Legitimação: Consentimento do utilizador. Destinatários: Não se cederão dados a nenhuns terceiros, salvo prévio requerimento jurídico, judicial ou administrativo. Direitos: Oposição, acesso, retificação, eliminação, limitação e portabilidade.